domingo, 5 de setembro de 2010

Saudades de antigamente

     Sábado a noite, depois de uma semana tensa, pra variar, também um dia tenso, aqui estou escrevendo. Um pouco sem motivação para conversar no msn, para olhar o orkut, para twittar, para fazer o trabalho da faculdade. Estou olhando pra minha vida e vejo o quanto está faltando disciplina, desde o meu quarto até a faculdade.

    Tenho saudades de quando a minha vida era simples, era feliz e não sabia. Mente cansada é pior do que um dia inteiro de trabalho braçal. Tempos passados eu não tinha tantas preocupações, as maiores eram jogar bola na rua e cumprir minha função na Igreja de ajudante do padre e creio que só.

    São tantas informações no dia-a-dia que dificilmente eu paro para pensar em mim, refletir, me autoavaliar. Hoje, sábado a noite, poderia está na rua, mas não estou, vejo que eu preciso mudar, pra melhor, claro, atitudes são fundamentais. Imagina se vivessemos de ideologias, as coisas ficariam prontas pela força do pensamento. É tempo de me cobrar, arrumar a cama direito, meus livros e materiais da faculdade precisam ser organizados novamente, eu preciso emagrecer(tô gordo), os fichamentos e trabalhos serem feitos, me alegro de uma coisa, graças a Deus o meu guarda-roupa já está arrumado.

    Ou!!! Juventude parada, que não se transforma diariamente, dificilmente será jovem. Quantos de nós precisamos mudar nossas rotinas, míseras rotinas! Cumprí-las com alegria e não com tédio, fazer com que nós no aprofundemos no mistério da nossa vida, somos seus escritores.

     Não sei porque está lendo este texto, podia ter mudado de página, mas chegou ao final. Se sua vida está parecendo com a minha, vamos formar um clube, que tal? QUERO VOLTAR A SER CRIANÇA.


Que pena, sonho não dura pra sempre, temos que acordar.



Pô acordaaaaaaaaa!!!!



   

Cuidado pra não cair da cama. Se movimente, comece a mudar. A partir de coisas simples, aliás nossa vida é simples, nós que a complicamos.